Mais Esportes.

Publicação: Sexta-feira, 03/06/2016 às 12:40:50     Atualização: 03/06/2016 às 13:18:41
A+A-

Djokovic vence com facilidade e vai à final de Roland Garros

Com parciais de 6/2, 6/1 e 6/3, ele venceu o austríaco Dominic Thiem

Em confronto da semifinal masculina no saibro de Roland Garros nesta sexta-feira, o melhor tenista do planeta atualmente, Novak Djokovic, teve pela frente o austríaco Dominic Thiem, e confirmou seu favoritismo vencendo por 3 sets a 0 e dominando a partida com grande competência. As parciais foram de 6/2, 6/1 e 6/3. O jogo teve 1 hora e 50 minutos de duração.

Djoko não teve dificuldades na primeira parcial e conseguiu impor superioridade contra seu adversário, que teve o serviço perdido duas vezes e não foi capaz de reagir diante a eficiência do tenista número um do mundo. Com tranquilidade, o sérvio precisou de 40 minutos para fechar bem o primeiro set, em 6 a 2.

Thiem até tentou reagir, mas o set seguinte apresentou o mesmo tom do primeiro, e Djokovic se manteve sempre a frente nos games, atuando com muita segurança. Quebrando mais dois saques do rival, Djoko fechou a segunda parcial de maneira ainda mais tranquila, em apenas 28 minutos.

A parcial derradeira acabou sendo a mais equilibrada, e o austríaco até chegou a abrir 3 games de vantagem logo no início. No entanto, Djoko se recuperou a tempo e virou o set a seu favor, se impôs na parte final do duelo e sacramentou a classificação para a final com maestria.

Outra semifinal

Para definir o segundo finalista da edição de 2016 de Roland Garros, o suíço Stan Wawrinka, atual campeão do torneio, e o britânico Andy Murray se enfrentaram na semifinal desta sexta-feira e foi Murray quem levou a melhor, vencendo por 3 sets a 1 e se classificando para a disputa do título na grande final.

O britânico largou na frente em um primeiro set bastante movimentado, que ainda teve um serviço perdido por Wawrinka. Após aproximadamente 58 minutos, Murray confirmou seu último saque para selar o 6 a 4 e largar na frente.

O suíço, atual campeão de Roland Garros, pareceu sentir o baque na parcial seguinte e teve problemas para se encontrar, perdendo o serviço duas vezes e dando abertura para que Murray dominasse o set e o fechasse com ainda mais tranquilidade que o primeiro, encerrado em 6 a 2 para o britânico em apenas 30 minutos.

Na terceira parcial, Wawrinka finalmente foi capaz de demonstrar alguma reação e conseguiu diminuir a conta, quebrando o saque de Murray no serviço final do set e anotando 6 a 4 a seu favor, o que obrigou que a partida fosse adiante.

O suíço, entretanto, não conseguiu manter o desempenho no quarto set, e já o iniciou perdendo o serviço em seu primeiro saque. Murray aproveitou e comandou a parcial com segurança, quebrando o saque do adversário mais uma vez antes de fechar em 6 a 2 e garantir a vitória.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

O que você achou desta matéria?
Seus votos ajudam a aperfeiçoar este site.
PUBLICIDADE

Mais lidas.

    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE

    Serviços.

    Assinatura

    Tenha seu jornal sempre na mão

    Confira nossa Edição Digital

    Classificados

    Encontre o que você procura

    Empregos

    Temos um trabalho para você

    Hoje temos vagas disponíveis