Futebol.

Publicação: Domingo, 05/06/2016 às 20:05:00
A+A-

Marcelo lamenta desatenção da equipe: ?Doamos gols ao adversário?

Parecia que o técnico Marcelo Oliveira conquistaria a sua primeira vitória à frente do Atlético-MG neste domingo. Porém, o Atlético-MG, mesmo com uma vantagem de 4 a 2 no intervalo, acabou cedendo um decepcionante empate por 4 a 4 com o Sport, na Ilha do Retiro.

Ainda sem vencer sob o comando do Atlético-MG, Marcelo Oliveira enalteceu o primeiro tempo de sua equipe em Recife, porém destacou os vacilos cometidos por seus jogadores na etapa complementar, o que impediu que o Galo alcançasse três pontos praticamente certos fora de casa.

“O Atlético não aproveitou tudo de bom que fez no jogo. O time estava bem postado, chegando. Poderíamos ter dado até uma goleada histórica pelas condições que tivemos no primeiro tempo, com contra-ataques, e no segundo tempo pela mesma forma. Essa desatenção tem nos custado caro. Tivemos muita dificuldade de fazer, mas doamos os gols para o adversário. Não pode entrar tão livre como eles entraram. O gol de falta foi mérito do Diego Souza, mas os outros nós poderíamos ter evitado e aproveitado melhor o resultado. Chegamos mais algumas vezes, mas não tivemos aquele capricho técnico ou a melhor escolha”, avaliou o treinador.

Além avaliar o rendimento de sua equipe, Marcelo Oliveira explicou as substituições de Carlos e especialmente do atacante Robinho, que vinha sendo o destaque da partida, com dois gols marcados e uma assistência. De acordo com o treinador, ambas as alterações se deram porque os jogadores acusaram cansaço.

“O Carlos já tinha avisado que estava desgastado, jogou três jogos em sete dias. Mas ele tem uma função desgastante, de marcar. Ele avisou que estava cansado, quando sofreu a falta e caiu, eu achei que era melhor colocar Carlos Eduardo e dar um sangue novo nos jogadores da frente”, explicou.

“O Robinho cansou já no final, não estava conseguindo puxar os contra-ataques. Embora ele pudesse segurar mais a bola, eu achei melhor renovar. Achei que com três volantes poderíamos sustentar melhor. Fica um pouco de lamentação por este resultado, fica um gostinho diferente, porque era importante para subirmos na tabela”, colocou.

Com o empate deste domingo, o Galo emenda o quinto jogo sem vencer no Brasileirão e na próxima rodada, no domingo, terá que buscar se recuperar na competição logo contra o rival Cruzeiro, às 16h (de Brasília), no Independência.

Fonte: Gazeta Esportiva

O que você achou desta matéria?
Seus votos ajudam a aperfeiçoar este site.
PUBLICIDADE

Mais lidas.

    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE

    Serviços.

    Assinatura

    Tenha seu jornal sempre na mão

    Confira nossa Edição Digital

    Classificados

    Encontre o que você procura

    Empregos

    Temos um trabalho para você

    Hoje temos vagas disponíveis