Futebol.

Publicação: Sábado, 04/06/2016 às 20:45:28
A+A-

Vasco bate Goiás por 1 a 0 e mantém liderança da Série B

A partida foi equilibrada no primeiro tempo e o Vasco saiu de campo vaiado, mas a entrada de Andrezinho fez o time da casa assumir o controle da partida

Depois de um primeiro tempo irregular, o Vasco melhorou na etapa final e derrotou o Goiás por 1 a 0, em partida disputada na tarde deste sábado, em São Januário, pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O único gol foi marcado por Andrezinho que entrou no intervalo e fez a equipe subir de produção.  O resultado fez o Vasco manter a liderança isolada do torneio com 16 pontos ganhos e atingir 33 jogos de invencibilidade. O Goiás segue em situação difícil com cinco pontos ganhos, na 15ª posição.

A partida foi equilibrada no primeiro tempo e o Vasco saiu de campo vaiado, mas a entrada de Andrezinho fez o time da casa assumir o controle da partida e criar várias chances de gol. O Goiás entrou com uma proposta defensiva e quando sofreu o gol, não teve condições de tentar mudar o resultado. Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Joinville na Arena Joinville; o Goiás vai receber o Bahia, no Serra Dourada.

O jogo

Como era de se esperar, o Vasco partiu para o ataque e logo aos três minutos criou a primeira oportunidade. Nenê lançou Thalles na corrida, mas o goleiro Renan saiu com precisão e ficou com a bola. O Goiás tentava equilibrar a partida no meio-campo, mas a equipe carioca seguiu forçando pelos lados do campo, principalmente com Julio César. Aos 12 minutos, o lateral-esquerdo investiu sem marcação e cruzou para Thalles, mas a zaga goiana aliviou o perigo.

O Goiás apareceu com perigo aos 16 minutos quando Bruno Ferreira errou e passou a bola para Cléo, dentro da área, mas Rodrigo estava atento e desarmou o atacante goiano. Muito marcado, Nenê não conseguia se movimentar com a desenvoltura de outras partidas e tentava se deslocar para atrair a marcação.

Aos 21 minutos, após cruzamento na área, o goleiro Renan saiu para interceptar o cruzamento, se chocou com Jorge Henrique, bateu com a cabeça no gramado e ficou desacordado alguns segundos, gerando grande preocupação entre os jogadores. Atendido pelo departamento médico, Renan voltou normalmente ao jogo.

A partida seguia muito disputada entre as duas intermediárias, mas sem a criação de jogadas ofensivas. Só aos 35 que a torcida voltou a se agitar quando, após cruzamento na área, Rossi foi empurrado na área por Willian Oliveira, mas o árbitro nada marcou. Aos 40 minutos, Eder Luis bateu de longe e Renan fez uma defesa tranquila.

O Goiás voltou a assustar no final do primeiro tempo em duas jogadas de bola parada. Aos 42, Ramires bateu falta, Alex Alves se antecipou aos zagueiros e cabeceou por cima, perdendo grande oportunidade. Logo depois foi a vez de Wendel cabecear livre e mandar para fora.

O Vasco voltou para o segundo tempo com o meia Andrezinho no lugar do lateral-direito Bruno Ferreira. Jorge Henrique foi deslocado para ocupar a posição na defesa.  No Goiás, o goleiro Renan foi substituído por Ivan, uma vez que estava sentindo dores de cabeça e o médico goiano achou melhor preservá-lo. Antes do primeiro minuto, o Vasco ameaçou com um chute violento de Eder Luis que passou perto da trave.

Os cariocas seguiam bem melhor em campo e, após tabelinha com Nenê, Andrezinho quase chegou com a bola dominada na pequena área, mas Ivan se antecipou e fez a defesa. Aos 14 minutos, em jogada ensaiada, Nenê rolou para Rodrigo, livre na área, mas o zagueiro chutou mal, desperdiçando a chance. O Vasco seguiu pressionando enquanto o Goiás apenas se defendia. Aos 19 minutos, Andrezinho fez cruzamento perfeito para Thalles que, na marca do pênalti, cabeceou por cima, perdendo outra grande oportunidade.

De tanto pressionar, o Vasco acabou marcando o primeiro gol aos 25 minutos. Após lançamento de Nenê, a zaga goiana falhou e Andrezinho dominou e tocou com categoria no canto direito de Ivan.

O Goiás só apareceu na área cruz-maltina aos 32 minutos, mas o chute de Léo Sena não levou perigo. O time dirigido por Jorginho seguiu dominando e aos 36 minutos, Nenê teve a chance de ampliar, mas prendeu demais a bola e acabou desarmado. A bola sobrou para Julio César que bateu para defesa tranquila de Ivan.

Sem ter outra alternativa, o Goiás se lançou à frente para buscar o gol do empate e criou algumas situações de perigo, mas acabou desperdiçando as poucas oportunidades que criou.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 0 GOIÁS

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 4 de junho de 2016, sábado

Horário: 16h30(de Brasília)

Árbitro: Antônio Rogerio Batista do Prado (SP)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Fábio Rogerio Balesteiro (SP)

Cartões Amarelo: Thalles(Vasco);  Ivan e Rossi(Goiás)

Gols: VASCO: Andrezinho, aos 25 minutos do segundo tempo

VASCO: Jordi, Bruno Ferreira(Andrezinho), Luan, Rodrigo e Julio César; Willian Oliveira, Diguinho e Nenê; Jorge Henrique, Eder Luis(Caio Monteiro) e Thalles (Leandrão)

Técnico: Jorginho

GOIÁS: Renan(Ivan), Anderson Salles, Alex Alves, Wesley Matos e Jefferson; Wendel(Raphael Lucas), Ramires, Thalles e Léo Sena; Rossi (Higor Leite) e Cléo

Técnico: Enderson Moreira

Fonte: Gazeta Esportiva

O que você achou desta matéria?
Seus votos ajudam a aperfeiçoar este site.
PUBLICIDADE

Mais lidas.

    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE

    Serviços.

    Assinatura

    Tenha seu jornal sempre na mão

    Confira nossa Edição Digital

    Classificados

    Encontre o que você procura

    Empregos

    Temos um trabalho para você

    Hoje temos vagas disponíveis