Economia.

Publicação: Quinta-feira, 22/09/2016 às 08:44:00
A+A-

Saída de capitais desacelerou nos últimos meses, diz regulador Chinês

A pressão de saída de capitais para fora da China se reduziu nos últimos meses, ajudando a conter a desvalorização do yuan, afirmou hoje a Administração Estatal de Câmbio (Safe, na sigla em inglês), que também prometeu ir atrás de empresas que tentam driblar os controles e mandar fundos para o exterior.

Segundo Chunying Wang, uma autoridade sênior do órgão, o declínio recente da venda líquida de moeda estrangeira, bem como a estabilidade das reservas do país, são evidências de que "a pressão de saída de capitais foi suavizada".

Wang, diretora do departamento de balanço de pagamentos do Safe, acrescentou que houve "uma recuperação contínua" dos empréstimos no exterior por empresas chinesas, o que ajudou a reduzir a pressão de baixa sobre o yuan.

Uma desvalorização surpresa feita em meados do ano passado e comunicada de forma atrapalhada atingiu os mercados financeiros globais e causou uma enorme saída de capitais da China, em meio a temores de que a moeda local iria continuar a perder valor.

Embora Pequim tenha apertado o controle de capitais e reiterado a intenção de manter estável a cotação da moeda, investidores tanto dentro como fora do país se mantém céticos. O yuan se desvalorizou em cerca de 3% em relação ao dólar este ano, um dos piores desempenhos na Ásia. Em relação a uma cesta de moedas, essa desvalorização chega a 6%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Fonte: Estadao Conteudo

O que você achou desta matéria?
Seus votos ajudam a aperfeiçoar este site.
PUBLICIDADE

Mais lidas.

    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE

    Serviços.

    Assinatura

    Tenha seu jornal sempre na mão

    Confira nossa Edição Digital

    Classificados

    Encontre o que você procura

    Empregos

    Temos um trabalho para você

    Hoje temos vagas disponíveis