PUBLICIDADE
Sábado, 07/05/2016
A+ A-

Comédia espírita é alternativa para aliviar tensão política, propõe dramaturgo

 

 

 

 

 

O autor da comédia espírita “Samara sempre sabe”, Fábio de Luca, deseja que o espetáculo que estreia neste sábado (7), em Brasília, sirva como um alívio às turbulências políticas que o país está passando, declarou. 

 

 

“Samara sempre sabe” será encenada hoje, sábado (7), às 19h e 21h, e amanhã, domingo (8), às 17h e 19h, no Teatro Ulysses Guimarães, da UNIP. O texto aborda sobre os perigos do mau uso da mediunidade, de acordo com os preceitos da doutrina espírita. 

 

 

A peça foi criada há quatro anos e já foi vista por públicos de vários estados. A intenção, de acordo com os membros do grupo é alertar aos riscos e responsabilidades quanto à prática da mediunidade, se feita de forma equivocada. 

 

 

“Espero que a apresentação sirva para, quem sabe, diminuir os ânimos exaltados aqui em Brasília que é o epicentro de tudo isso, quer dizer, dessa turbulência política. Estarmos aqui agora é muito simbólico”, disse Fábio de Luca, integrante do Canal Estação da Luz e autor da peça. 

 

 

“A nossa intenção é quebrar um pouquinho esse clima com o auxílio da espiritualidade”, complementa o artista. 

 

 

O espetáculo conta com cinco atores, dirigidos por Fábio Olivieri. A montagem veio a Brasília com o apoio da Federação Espírita do Distrito Federal (FEDF). 

 

 

Na visão de Luca, o interesse do público por temas espíritas só tem aumentado no Brasil. O grupo, que está chegando a dez anos de atividades, tem convite para se apresentar em outros países, explica o autor da peça. 

 

 

“Nós tivemos um boom sobretudo a partir do nosso canal no Youtube que tem tido muitos acessos”, completa. 

 

 

Luca considera que o bom humor é tradicional no movimento espírita. Na visão dele, ícones da doutrina como o médium Chico Xavier e Divaldo Franco sempre deram exemplos de um comportamento leve e alegre em palestras e no trato com as pessoas de modo geral. 

 

 

Na avaliação dos integrantes do grupo, o interesse do público pela temática espírita cresce de forma consistente no Brasil. 

 

 

“Embora os seguidores da doutrina numericamente seja pequeno a aceitação dos conteúdos espíritas são aceitas pela grande maioria das pessoas, quer dizer, assuntos com reencarnação têm grande repercussão”, afirma Luca. 

 

 

Chico Xavier e Divaldo Franco, nas imagens abaixo, ícones do Espiritismo, sempre usaram do bom humor na vida e em palestras públicas, analisa Fábio de Luca

 

 

 

Chico Xavier. Divulgação

 

 

 

Divaldo Franco. Divulgação

 

 

Serviço:

Peça “Samara sempre sabe” - Canal Amigos da Luz 

Local: Teatro Ulysses Guimarães, da UNIP – sábado (7), às 19 e 21h, e domingo (8), às 17h e 19h

Ingressos custam R$ 30 mais 1 kg de alimento. 

Mais informações: 3344-8237 - 9868-7999

Entrar
Sexta-feira, 06/05/2016

Funcionário criou campanha "Fora Cunha" há 24 anos

 

Fonte: www.sensacionalista.com.br

 

Cartaz afixado em assembleia de trabalhadores da Telerj em 1992. Foto: Divulgação

 

 

O bordão "Fora Cunha" que ontem teve o desfecho do Supremo Tribunal Federal (STF) a respeito de afastar do cargo o atual presidente da Câmara dos Deputados não é novo. Na verdade, a campanha existe há 24 anos.

 

Em 1992  o funcionário aposentado da Telerj, Adalberto Pestana, elaborou cartaz com a expressão  “Fora Cunha" indignado com os supostos desmandos na empresa.

 

Adalberto Pestana é uma nova celebridade. Além de ver seu pleito realizado após duas décadas, o funcionário vem recebendo convites para proferir palestras sobre paciência e perseverança.

 

Entrar
Quinta-feira, 05/05/2016

Luana Reis: ONU pede investigação de morte em Ribeirão

 

Luana Reis. Foto: Divulgação  

 

 

A Organização das Nações Unidas (ONU), pediu uma investigação “imparcial e com perspectiva de gênero e raça” sobre o caso da lutadora Luana Reis, morta após espancamentos supostamente promovidos pela Polícia Militar no início de abril, em Ribeirão Preto.

 

O texto do Alto Comissariado de Direitos Humanos das Nações Unidas para América do Sul e da ONU Mulheres Brasil solicita que o poder público brasileiro a investigação imparcial e com perspectiva de gênero e raça na elucidação.

 

A Polícia Militar informa que já iniciou investigação sobre a abordagem dos policiais envolvidos, assim como a Polícia Civil diz que também já instaurou inquérito sobre o caso.

 

 

A morte de uma mulher após abordagem da Polícia Militar em Ribeirão Preto, no interior paulista, pode ter sido causada por espancamento. É o que aponta laudo do Instituto Médico Legal (IML), que constatou traumatismo crânio-encefálico e isquemia cerebral.

 

Luana Barbosa dos Reis, de 34 anos, era homossexual. A versão investigada aponta que ela foi espandada por policiais mililtares no início do mês passado. Morreu no dia 15 de abril após ficar uma semana internada.

 

 

Um exame feito ainda quando ela esteve internada na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas também indicou agressão. Divulgado nesta segunda-feira, 2, nele consta que ela sofreu "politraumatismo causado por agente contundente". A polícia informou que os laudos serão anexados ao inquérito. 

 

Divulgação

Entrar
Quarta-feira, 04/05/2016

Proposta da CPI dos Crimes Cibernéticos veta bloqueio ao WhatsApp

 

Fonte: Folha de São Paulo e Canaltech

 

 

Divulgação


 

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Crimes Cibernéticos está ligada nos últimos acontecimentos da internet brasileira e, nesta quarta-feira (4), resolveu incluir em seu relatório final um trecho a respeito do bloqueio de aplicativos de mensagens.

 

 

Com isso, um projeto de lei que trata do bloqueio de serviços de internet usados por criminosos agora conta com um parágrafo que impede o bloqueio de apps de mensagens como WhatsApp, Viber, Telegram, Hangouts e tantos outros. O relatório foi aprovado por 17 votos a 6. 

 

 

O PL prevê que aplicativos e sites hospedados no exterior e sem representação no Brasil possam ser bloqueados caso sejam usados para práticas ilícitas.

 

 

Segundo a Folha de S.Paulo, o texto atual prevê que sites de torrent e de transmissão de mídia possam ser bloqueados no Brasil — além deles, entrariam no mesmo bolo páginas dedicadas ao contrabando e ao tráfico de drogas. Mais projeto de lei Outro projeto de lei que também vem gerando polêmica dentro da CPI dos Crimes Cibernéticos dá conta da remoção ou bloqueio de conteúdos por meio de ordens judiciais.

 

Para o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), as alterações feitas pelos deputados no texto do PL não são suficientes para dar garantias à liberdade dos usuários na internet. Segundo ele, da forma como está, o texto permite a retirada e bloqueio de conteúdos e serviços por meio de simples decisões judiciais.

Entrar
Quarta-feira, 04/05/2016

Executivos do WhatsApp estão no Brasil para "dialogar" e evitar novos bloqueios

 

Fonte: Canaltech

 

Divulgação

 

 

Executivos do WhatsApp estão no país para se encontrar com policiais e promotores. De acordo com Matt Steinfeld, diretor de comunicações da empresa, o principal objetivo é explicar como o serviço funciona e fazer que a Justiça entenda que não há como o aplicativo liberar informações de seus usuários, pois estas são 100% criptografadas e não ficam armazenadas nos servidores da corporação.

 

Além disso, o representante quer "abrir um diálogo aberto e construtivo" para evitar que novos bloqueios aconteçam no futuro.

 

Das duas vezes em que foi bloqueado no Brasil — uma no final de 2015 e a mais recente nesta semana —, o WhatsApp foi acusado de não atender às determinações da Justiça, em partes por não ter nenhum representante específico do app. Agora, tudo indica que a empresa quer dialogar com as autoridades do Brasil.

Entrar
Terça-feira, 03/05/2016

Câmara elege presidência das comissões com três meses de atraso

 

CPI - Crimes Cibernéticos. Foto: Lucio Bernardo Junio - Câmara dos Deputados

 

 

 

Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania. Foto: Antônio Augusto - Câmara dos Deputados 

 

 

A Câmara dos Deputados elegeu nessa terça-feira (3) os presidentes e vice-presidentes das comissões permanentes, após três de andamento do ano legislativo, iniciado em fevereiro.


Somente agora será possível dar continuidade á tramitação de centenas de projetos que estavam em suspenso. 


As definições foram feitas para as presidências dos 25 colegiados pelo critério de divisão entre os partidos representados na Casa.


Para tanto, adotou-se o critério de escolha foi feita levando em consideração o tamanho atual de cada bancada, após a janela da troca de partidos. 



Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia. Foto: Gilmar Félix - Câmara dos Deputados 


Entrar

Perfil.

Sionei Leão

Jornalista com interesse em história, segurança nacional, cultura judaica, igualdade racial, direitos humanos, documentário, soul music e mídias sociais. Em 2005, recebeu o Prêmio Palmares de Comunicação pelo documentário Kamba'Racê sobre participação de afrodescendentes na Guerra do Paraguai .

E-mail: sionei.leao@gmail.com

Histórico.

2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010
PUBLICIDADE

Serviços.

Assinatura

Tenha seu jornal sempre na mão

Confira nossa Edição Digital

Classificados

Encontre o que você procura

Empregos

Temos um trabalho para você

Hoje temos vagas disponíveis